Como obter a pensão de invalidez

A pensão por invalidez funciona como uma forma de proteger cidadãos que se encontram em alguma situação torna-o incapaz de forma relativa ou absoluta de executar seu trabalho. São abrangidos indivíduos beneficiários do regime geral de Segurança Social em que sua situação incapacitante seja permanente e não venha de uma causa profissional. A situação é avaliada e certificada pelo Sistema de Verificação de Capacidades (SVI) e pode ser revisada. Além disso, deve-se ter cumprido o prazo de garantia determinado para receber o benefício que vem em forma de um valor monetário mensal.

Tipos de Invalidez

A invalidez por incapacidade permanente é categorizada em dois tipos: invalidez relativa e invalidez absoluta. No primeiro caso, trata-se de cidadãos em que sua incapacidade o impede de realizar sua profissão em certa medida, de forma que não é possível receber mais de um terço da remuneração normal. É constatado que não há previsão de recuperação nos próximos 3 anos para que se obtenha pelo menos metade do valor de remuneração normal da sua última profissão. É importante ressaltar que, caso o requerente tenha tido duas profissões simultâneas anteriormente, a de maior rentabilidade que é considerada.

O segundo caso, de invalidez absoluta, como o nome indica, é quando a incapacidade impede o cidadão de exercer sua profissão completamente, de forma a não conseguir produzir remuneração alguma, não havendo previsão de recuperação da situação até a idade legal de reforma.

Certificação e Revisão

Como mencionado, é o Sistema de Verificação de Incapacidades (SVI) que certifica tais incapacidades. Caso o indivíduo tenha uma situação de incapacidade prévia a sua inscrição como beneficiário na Segurança Social mas tenha um agravamento posterior à inscrição é possível também solicitar a certificação com o Órgão.

As revisões podem ser solicitadas pelo SVI ou pelo próprio pensionista, porém apenas após 3 desde o início do recebimento da pensão. Em casos de agravamento da incapacidade dentro desse período abre-se a execução em que uma revisão pode ser solicitada.

Prazos de Garantia

Além de ser beneficiário do regime geral de Segurança Social, o indivíduo que deseja receber a pensão por invalidez deve ter cumprido o prazo de garantia. Para invalidez relativa tal prazo é de 5 anos civis totais, sejam seguidos ou interpolados, com as remunerações registadas. Já para invalidez absoluta bastam 3 anos civis totais, seguidos ou interpolados com remunerações registadas, para receber o benefício. 

Como fazer o requerimento

Para fazer a solicitação deve-se preencher o formulário de requerimento de pensão por invalidez e verificar no próprio formulário os documentos que devem ser apresentados a depender de cada caso. Em casos gerais são exigidos os seguintes documentos:

Originais:

  • Documento de identificação válido, como Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade, Certidão de Registo Civil. 
  • Documento de identificação válido do rogado, no caso de assinatura a rogo. 
  • Atestado Médico de Incapacidade Multiusos ou Declaração de Incapacidade emitida pelas autoridades de saúde ou Cartão de Identificação de Deficiente das Forças Armadas, do beneficiário e/ou do cônjuge.
  • Comprovativo de que possui um grau de incapacidade igual ou superior a 60%, se for o caso.

Fotocópias:

Com toda a documentação correta, o pedido pode ser feito no Serviço Segurança Social Direta, nos serviços de atendimento da Segurança Social ou nas lojas do cidadão. Caso seja residente no estrangeiro, deve-se solicitar na instituição de Segurança Social do país de residência ou Centro Nacional de Pensões (a depender do país).Para calcular exatamente o valor da pensão a receber aceda o portal da Segurança Social aqui. O valor será sempre relativo ao tempo de anos civis remunerados completos.

Partilhar este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Artigos recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Queremos ouvir as suas sugestões!

Escreva ao nosso Formulário de Contato e comente sobre que outros tópicos lhe interessaria ler...
Clique aqui