Certificado de residência permanente para cidadãos da União Europeia, do Espaço Econômico Europeu e da Suíça

Certificado de Residência Permanente

O Certificado de residência permanente é um documento que formaliza de forma definitiva a residência de um cidadão em Portugal.

Para cidadãos e seus familiares de países com acordo de livre circulação em Portugal – países-membros da União Europeia, do Espaço Econômico Europeu e também a Andorra, Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça -, esse certificado só pode ser pedido após o cidadão ter vivido em Portugal por cinco anos seguidos.

Assim, o CRUE – Certificado de Registo de Cidadão da União Europeia dá lugar ao direito de residência que confirma sua permanência sem quaisquer restrições – assim como outros residentes de origem portuguesa.


Como requerer o Certificado de residência permanente

Basta comparecer a um Balcão de Atendimento do SEF, com agendamento prévio, portando os seguintes documentos:

  • Duas fotografias 3×4 com fundo neutro e rosto visível;
  • Original e cópia de passaporte ou bilhete de identidade válido;
  • Formulário disponível no link https://www.sef.pt/pt/Documents/Mod0011_v2.7_comunitarios.pdf;
  • Documento comprovativo de que vive legalmente no país de acolhimento há cinco anos.
    Por exemplo: o certificado de registo válido emitido na altura da sua chegada ao país, contratos de trabalho, declarações fiscais, contratos de arrendamento, contas da água ou da luz, etc.;
  • Documento comprovativo de que cessou a sua atividade profissional e que preenche as condições para adquirir antecipadamente o direito de residência permanente.

Para agendar o atendimento com o SEF, use os seguintes canais de contacto:

Telefones: 808 202 653 / 808 962 690                       

E-Mail: gricrp.cc@sef.pt

Horários: em dias úteis, das 8h às 20h

O processo custa 15 euros, e o documento é emitido em até 15 dias.


Como renovar o Certificado de residência permanente

Para renovar o Certificado de residência permanente, basta seguir o processo acima, a partir do momento que a validade do documento for expirada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *