procuração

Como fazer uma procuração

O que é uma procuração? 

Uma procuração é um documento oficial que permite que uma pessoa represente outra perante o governo ou uma instituição privada. Dessa forma, mesmo se a pessoa que tem um compromisso presencial com uma entidade não puder comparecer a ele, o compromisso poderá ser mantido, e alguém comparecerá em seu lugar 

Quando posso usar ?

Procurações são úteis em uma série de casos. Alguns deles estão abaixo: – matricular-se na universidade; – receber um diploma de uma instituição de ensino; – abrir uma conta no banco; – comprar um imóvel; – abrir uma empresa; – requisitar a segunda via da Carteira de Habilitação; – iniciar o processo de casamento no cartório; – procedimentos que envolvem uma pessoa analfabeta, deficiente visual ou impossibilitada de assinar um documento (para esses casos, a procuração é obrigatória). 

Quando NÃO posso usar uma procuração? 

Há uma série de situações que não permitem que a pessoa em questão seja representada por outra via procuração. Aqui estão algumas delas: – votar nas eleições brasileiras; – procedimentos que envolvem autoridades de outros países, como tirar visto para outro país; – receber um passaporte brasileiro novo 

Os tipos de procuração 

Existem alguns dois de procuração. Veja abaixo: 

– Procuração simples: esse tipo de procuração permite que uma pessoa seja representada por outra em órgãos comerciais ou civis. O representante não pode tomar decisões pelo representado, mas pode representá-lo e administrar procedimentos para ele. A procuração simples pode ser feita em um cartório ou em âmbito privado, mas esta última terá de ser reconhecida em cartório para ter valor oficial. 

– Procuração de plenos poderes: esse tipo de procuração permite que o representante exerça qualquer ato em nome do representado. Por conta do risco que esse documento gera, algumas informações devem constar nele, como indicação do lugar, identificação 

completa do representante e do representado, data, objetivo claro e descrição de até onde vão os poderes do representante. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *